home-icon chevron-right-icon Cassinos online chevron-right-icon Licenças de casino

Licenças de cassinos online

  • Aceita jogadores brasileiros Flag Icon

Esta lista de casinos está organizada em função dos diferentes tipos de licenças utilizadas por cada casino. 

Fazendo clique no resumo de cada casino, terás a oportunidade de aprender mais sobre o casino em questão. Ao pressionar sobre o título da licença, poderás conhecer mais detalhes sobre a jurisdição, a localização e a história de cada licença.

Licenças

Esta lista foi criada com o objetivo de classificar os casinos segundo a licença do jogo online que possuem.

Em Bónus Cassinos-Online.com procuramos fazer todo o possível para organizar nossos casinos online dentro das categorias que podem ser úteis como, por exemplo, os métodos de pagamento aceitos, o software utilizado ou os países onde operam.

Licença Nº de cassinos
Curaçao 48
Malta 27
Portugal 8
Reino Unido 7
Bélgica 1
Gibraltar 4
Espanha 2
Schleswig-Holstein 4
Alderney 2
Ilha de Man 2
México 1
Kahnawake 5
First Cagayan 1
Costa Rica 1
Chipre 1

Por quê os casinos online necessitam e preocupam-se em ter uma licença?

Na maioria dos países, o operador necessita uma licença para estabelecer qualquer tipo de atividade relacionada com o jogo online. Antes do ano 2000, era possível encontrar alguma companhia funcionando sem licença já que alguns países não consideravam ditas regras necessárias. 

Entretanto, com o tempo, possuir uma licença de jogo tornou-se condição chave para conquistar a confiança dos jogadores. 

Atualmente, a indústria de jogos online está fortemente regulamentada, no qual constitui uma grande vantagem para todo o mundo, incluindo os jogadores. As licenças, presentes nos melhores cassinos online do Brasil, têm por finalidade proteger os jogadores e garantir-lhes que as companhias oferecem jogos justos e pagam as taxas. 

Desde 2013 muitos países vem estabelecendo suas próprias licenças e normas. Entre eles, estão França, Reino Unido, Espanha, México, Canadá, Estados Unidos e Alemanha. 

A partir de 2015 espera-se que a maioria dos países implementem suas próprias licenças para proteger os jogadores e garantir-lhes que os jogos oferecidos são justos.